quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Menina linda



Essa menina tão bela,
Sangue bom, ternura e trança
Anda como uma gazela
E dança como criança!

A menina bem corada
Persegue a paz, e na vida,
Em aurora pressentida,
É com versos temperada!

A mocinha bem sapeca,
Nesse mel de toda a vida
De carinhos é nascida,
Alma levada da breca!

Encantos de teu sorriso
À sombra das oliveiras,
Teu lindo cabelo aliso
Ao perfume que tu cheiras...

No banquinho eu sentei,
Meu amor já tinha ido,
E de coração sofrido
Bem quietinho eu chorei.

Mas foi quando te encontrei
No caminho desta vida,
Já curei toda ferida,
Eu dancei, pulei, cantei!


Francisco Settineri.

Nenhum comentário: