segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Borboleta





Podes bater na janela
a ciranda e o coração.
Não será como lagarta
Que tu voarás, canção.
Quando o anúncio assim se esboça
do teu salto para o ardor,
Sustenido e furta-cor
Levitarás sobre a flor...


Francis Ponge/transcriação libérrima de Francisco Settineri.

Nenhum comentário: