domingo, 16 de março de 2014

Madona




A luz renova a treva sem recurso
E eu busco na tua paz a natureza
De um porto que me fez fruir beleza
Na vida que sossega em seu curso.

Então vem constelado um discurso
Com versos em sua única inteireza
E a flor que está a meu lado é só grandeza
E há um brinquedo ao lado: é um urso!

Então eu só me alinho, à espreita
De ajeitar pra ti fina coberta
E o sol dessa manhã demais respeita

Com toque bem sutil, janela aberta;
E é quando tu despertas e aleitas
O fruto de um amor na hora certa.


Francisco Settineri.

Nenhum comentário: