terça-feira, 8 de abril de 2014

Samba do Congresso Doido



A pauta aprovou cláusula pétrea,
Jagunços bagunçaram o plenário,
E canta um Senador ritmo ternário
E a Mesa demonstrou-se toda rósea!

Um deputado já bateu carteira,
Mas urra o orador ao microfone
E a Presidência, por demais insone
Amarra a bancada na coleira!

Modesto a lamentar que foi seu voto
Vendido a baixo preço no mercado,
Naquele Parlamento, antes foi dado,
Lamenta-se um evangélico devoto...

Urgente construir novo Congresso
Que possa abrigar mais funcionários
Pois pasmam mesmo os côcos mais otários
Que esperam pela Ordem e o Progresso!


Francisco Settineri.

Nenhum comentário: