sexta-feira, 2 de maio de 2014

Pipas ao Vento



Lancei mais de uma pipa e elas foram ao céu
As moças nem notaram o que estavam vendo
As pernas bambearam de amor tremendo
Eu soube que na Arábia elas usam véu...

Mamãe zelosa preparou-me pão com mel
Eu fui até a esquina e comprei picolé
Até os catorze anos inda tinha fé
Depois ganhei o mundo e ele virou fel!

Olhei bela morena e o minuano canta
Rezei para os anjinhos pra tomar partido
Eu quis que um deles ficasse condoído
Quem sabe, por acaso, um pano ele levanta!

E a moça envergonhada então talvez me note
E lance com vontade um grito de brabeza,
- Audácia deste vento a retirar nobreza
Malícia de um mau anjo que lhe deu um trote!


Francisco Settineri.

Nenhum comentário: