domingo, 10 de maio de 2015

Cambada de mentecaptos



Bem mais dócil do que um cão
A tecer mil maravilhas
Que capengam velhas trilhas
Manifesta-se o Lobão.

Muito antes de crescer
E julgar que era gente
Tolo, jerico e doente
Inflamou-se o bom Lasier!

Antes cedo do que tarde
Cada qual com seu bolor
De mãos dadas com Jabor
Abana o rabo o Mainardi.

E a justiça fescenina
Já mostrou-se indecorosa
Quanta grana se gastou
Nas latrinas do Barbosa?

Abraçada com o Itaú
Ressurgiu bela menina
Sem pintura esta Marina
Mas levando um bom tutu!

Finalmente e coisa e tal
Surge o espectro de Aécio
Desde cedo tolo e néscio
Qual boa-pinta nasal!

Francisco Settineri.

Nenhum comentário: