segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Primavera





Eu amo os teus lindos olhos perdidos
Que se vão pelas janelas de cores
Bem mais que solenes, mais do que as dores
Tão mais que clássicos, verdes, contidos!

Eu temo tanto perder o sentido
E os bons carinhos de excelsos amores
De tantas malícias de claras flores
Com que nua tu tens te assim vestido!

Ah! Vem de novo, clama pela paz
Dos acontecimentos da mudez
Com que vais te entregar de jeito audaz

E lançar fora a tua timidez,
Jogar tua roupa de modo fugaz
E te dar a mim com pura nudez!


Francisco Settineri.

Um comentário:

Amanda Cavalcantt disse...

Provocante, adorei este!