quarta-feira, 1 de outubro de 2014

a mulher chora na rua


desperto do sono.
palavras em choro sentido
na rua em frente.
Tento chegar perto
da sacada fechada.
Não ouço direito a fala
(volto à poltrona)
de cortar o coração.

Francisco Settineri.

Nenhum comentário: