domingo, 4 de setembro de 2011

Lenço Branco




O meu amor é assim,
Coração e porcelana.

Se você o quebra,
O coração reclama,
Mas não faz cena.

Recolhe os cacos com pena,
e, também partido,
Acena.


Francisco Settineri.

Um comentário:

Reflexo em Coisas de Mulher disse...

Se esses versos são recem nascidos, digo que esta em plena forma.
Caso eles ja existam ha mais tempo digo que todo tempo é tempo de estar em forma.
Bendita a fonte que o inspira:
"O meu amor é assim,
Coração e porcelana."

Bjins dessa poeta que o lê
encantada.