quinta-feira, 8 de setembro de 2011

VIGÍLIA

                                                                   


Meu amor dorme tranqüila.
A noite toda que poderia ter sido
e já é de madrugada.
Meu amor dorme tranqüila.
Nenhuma sombra
sobre seu sono lento,
sem tremores.
Meu amor dorme tranqüila.
Meu amor não quer
que eu me preocupe.
 
Francisco Settineri.

Um comentário:

Reflexo d'Alma disse...

"Nenhuma sombra
sobre seu sono lento,
sem tremores."

Gosto muito dessa forma tranquila de
perceber em você
a pura poesia.