quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Treva



Hoje eu juntarei toda a tristeza,
Lesto levarei à chuva fria
Torto o torso em tal melancolia
Que há, de espinho em riste, ter beleza!

Junto ao pensamento esta maleza,
Farta brotará à luz do dia
Finca-se no peito a tirania,
Juntos olvidados sonho e mesa!

E armam-se no céu em tom propício
Névoas que já escondem a Lua clara
Dor que eu vi em ti, e desde o início,

Lança que o passado prenunciara:
Vou na direção do precipício
Em que algum poeta já cantara!


Francisco Settineri.

Nenhum comentário: