quinta-feira, 19 de julho de 2012

estrela decadente



pobres são meus sonetos, versos mancos
disse um crítico tido por certeiro
não sei ainda como estou inteiro
ovos podres me atiram saltimbancos...
levo a vida aos trancos e solavancos
tenho saúde mas não o dinheiro
tenho tudo para ser um roqueiro
só faltam barriga e os cabelos brancos...
disse um crítico tido por certeiro
não sei ainda como estou inteiro


Francisco Settineri.

Nenhum comentário: