domingo, 16 de outubro de 2011

Encontro Marcado




Encontrei essa mulher
Na curva do meu caminho
Segurando um mal-me-quer
Vestida de puro linho.

Eu não pude nem sequer
Conter o meu desalinho,
Imagino, se puder,
Daqui não seguir sozinho.

Mas era quando calava
Que mais apontava a senda,
Quando desfazia a trava,

Dava-se como oferenda.
E disse que me gostava:
Quero de novo essa prenda!


Francisco Settineri.

Um comentário:

raul sanchez alegria disse...

Bellisima! Equilibrado,elegante,con un decadente clasicismo encantador!
¡Gracias por hacernos participes de tu gracia!